Mark Zuckerberg comemora o retorno do WhatsApp no Brasil

Mark Zuckerberg comemorou o desbloqueio do WhatsApp em sua página no Facebook. O fundador da rede social ainda agradeceu o apoio da comunidade para que o aplicativo fosse desbloqueado.

Na manhã desta quinta-feira, Zuckerberg se pronunciou sobre o bloqueio do WhatsApp no Brasil e disse estar chocado com o acontecimento.

“Estou chocado que nossos esforços em proteger dados pessoais poderiam resultar na punição de todos os usuários brasileiros do WhatsApp pela decisão extrema de um único juiz”, afirmou Zuckerberg, em uma mensagem publicada em seu perfil pessoal no Facebook.

Ele ainda pediu para que os brasileiros utilizassem o Messenger, o aplicativo de mensagens instantâneas do Facebook, para se comunicar, enquanto a empresa tentava reverter a situação.

Desbloqueio

No começo da tarde de hoje, o site oficial do Tribunal de Justiça de São Paulopublicou uma nota informando o desbloqueio do WhatsApp em todo o Brasil. A decisão foi tomada pelo desembargador Xavier de Souza, da 11ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça.

“Em face dos princípios constitucionais, não se mostra razoável que milhões de usuários sejam afetados em decorrência da inércia da empresa”, diz o desembargador no site do TJSP.

Bloqueio

O WhatsApp estava fora do ar por determinação da 1ª Vara Criminal de São Bernardo (SP) desde a meia noite dessa quinta-feira. A informação era de que o aplicativo de troca de mensagens instantâneas deveria ficar bloqueado por 48 horas.

O motivo é um caso que envolve PCC e tráfico de drogas. Nesta matéria, a EXAME.com explica toda a história envolvendo o WhatsApp e a Justiça Brasileira.