Estados Unidos irá investir US$ 4 bilhões no ensino de Computação

Barack Obama está terminando seu mandato como Presidente dos Estados Unidos como um dos governantes que mais incentivou a computação no país. E, para garantir um legado, ele anunciou um plano ousado.

Ciência da Computação Para Todos” é um programa educacional em larga escala do governo que irá investir 4 bilhões de dólares nos próximos três anos para impulsionar a formação de futuros desenvolvedores entre os alunos das escolas públicas.

O orçamento será distribuído entre os estados americanos para o treinamento de professores, desenvolvimento de material de aula e compra de equipamentos para capacitar as escolas ao ensino da computação. “Na nova economia , ciência da computação não é uma habilidade opcional – é uma habilidade básica”, declarou Obama em seu programa semanal de rádio.

A proposta faz parte do projeto de Orçamento do Poder Executivo, mas ainda depende da aprovação do Congresso norte-americano para entrar em vigor a partir do ano que vem. O objetivo do programa é cobrir uma defasagem tecnológica que se aproxima dentro da sociedade americana: atualmente, menos de 25% das escolas públicas de ensino fundamental e médio oferecem a disciplina em sua grade.

Obama citou exemplos de como a computação é uma habilidade essencial para diversas profissões: “o mecânico de automóvel não está mais apenas indo embaixo do carro para trocar o óleo; eles estão trabalhando com máquinas que rodam até 100 milhões de linhas de código. Isso são 100 vezes mais do que havia no Ônibus Espacial. Enfermeiras estão analisando dados e gerenciando registros eletrônicos de saúde. Maquinistas estão escrevendo programas de computador”.

O Presidente dos Estados Unidos está tentando mobilizar governadores, políticos, empresários e a sociedade como um todo para a necessidade de estimular o ensino da computação para jovens de todas as classes sociais, sob o risco do país ficar para trás no futuro digital.

Fonte: CBSI